Participou do festival universitário em 1968 e 1969. Atuou nas peças: “Revolução na América do Sul”, texto de Augusto Boal, que venceu o festival de 68, e “O Assalto” de Domingos Pellegrini, pela qual recebeu o segundo lugar de ator principal em 69, ambas dirigidas por Oswaldo Diniz. Médico de profissão, atua na Saúde pública de Londrina desenvolvendo trabalhos de terapia comunitária.