A trama de “Além Áurea”, espetáculo de formatura da segunda turma do “Curso de Iniciação Teatro de Garagem”, constrói-se a partir de um texto informativo, o livro “Negro: Reconstruindo nossa história”, de Nancy Caruso Ventura. Neste processo, as informações transformam-se em diálogos, através dos quais são evocados episódios históricos do Brasil, então recriados através das relações estabelecidas entre os personagens ficcionais e a partir do tema geral, a escravidão.

Ambientada numa fazenda, a peça tem como um de seus fios condutores a história de Áurea, filha do Coronel dono do lugar, e Urias, um de seus escravos. Apaixonados, são separados e têm seu filho vendido pelo pai de Áurea. Tal enredo, ainda terá reviravoltas com o passar dos anos, o que culmina com a abolição da escravidão. Assim, acompanhando suas histórias, vêm à tona os conflitos que viveram moradores de uma típica fazenda de café brasileira entre os anos 1850 a 1888.

Os episódios históricos do período são gradualmente levados à cena pela interrupção de um Jornaleiro, o qual traz novas como a aprovação da lei do ventre livre e outras leis que gradativamente foram enfraquecendo o sistema escravista brasileiro. Entrecruzam-se, ainda, casos de uma moral hipócrita, denunciada no caráter duvidoso de um Sinhô que engravida escravas, ou de uma Sinhá que mantém um relacionamento extraconjugal com o Feitor da fazenda. O contato da plateia com a trajetória dessas personagens, suas angústias, sofrimentos, perdas e lutas, ou mesmo o caráter de suas ações – refletindo um ambiente de violência e hipocrisia – permite uma reflexão que se torna necessária quando pensamos em uma sociedade mais justa e igualitária, livre de preconceitos e discriminações.

Ficha Técnica

Texto e Direção: Everton Bonfim
Elenco Convidado: Adelita Siqueira, Laura Lago, Manuel Arruda
Atores Formandos: Edson Bellusci, Gabi de Oliveira, Jony Ferreira, Lincoln de Oliveira Normando, Paula Cerruti da Costa, Sofia Alfredo de Campos, Vinicius Kafo
Percussão: Jéssica Rezende
Participação Especial: Lázaro Rodrigues da Silva
Cenário, Maquiagem, Iluminação e Sonoplastia: Criação Coletiva.
Figurino: Nathalia Onken
Programação Visual: Rafael Francis
Textos Programa de Mão: Danilo do Amaral
Operador de Vídeo: Danilo do Amaral
Operador de som e luz: Everton Bonfim
Edição e Finalização do vídeo: Paulo Munhoz
Supervisão de Imagens: Francisco Bahia
Montagem: Everton Bonfim
Costureira: Maria Hortência Nogueira Porto

Download do texto completo em pdf